INSULADO E INSÓLITO

INSULADOINSULADO E INSÓLITO

 

no reverso de meu verso

há o inverso da uma farsa

que arranha o céu submerso

sob a pele que se esgarça

 

 

e, atento, sigo disperso

da desconexa graça

que ilumina o breu perverso

na cortina de fumaça. . .

 

 

faminto e nu

eu finjo que converso

com Deus e Belzebu

na noite baça. . .

 

 

risonho e jururu

(sou controverso)

murmuro i love you

para uma traça. . .

 

PAULO MIRANDA BARRETO

IMAGEM: by RENÉ MAGRITTE

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição CompartilhaIgual 4.0 Internacional -.

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s