VEM QUE VEM! (de mala e cuia)

 ivete2

VEM QUE VEM! (de mala e cuia)

 

vem, meu bem!

vem de metrô

de navio ou de trem-bala

 

traz cachecol!

traz maiô!

pode vir de cuia e mala!      

 

 

mas, vem já

vem de abadá

de tanga ou de calça jeans

 

 

vem nua em pelo

ou de canga

vem de skate ou  de patins

 

 

 

traz violas, violões

violinos , bandolins

sanfonas, acordeões 

tambores e tamborins

 

 

vem que vem, meu bem, de a pé

com a cara e a coragem

contra o vento e a maré

vem na fé, na malandragem

 

 

vem de esqui , de carruagem

de nuvem ou de trenó

mas, vem . . .  que a minha paisagem

sem você . . .  tá de dar dó!

 

 

vem . . .  desatar esse nó  

que aperta a minha garganta!

vem que estou tão só, tão só!

e a saudade é tanta, tanta!

 

 

vem depressa, vem a jato

vem com tudo e um pouco mais

traz a samambaia, o gato

o papagaio, seus pais!

 

 

vem de vez!  vem pra ficar!

vem deixar tudo perfeito. . .

vem , que custe o que custar

vou custear . . .  dou um  jeito . . .

 

 

olhe, eu já comprei confete

barril de chope , rojão

ovos pro nosso omelete

coentro pra por no feijão

 

 

então vem,  vem logo, Ivete

de táxi  . . .  ou de avião

vem pra cá pintar o sete

colorir meu coração!

 

 

já arranjei videocassete

vitrola, televisão. . .

eta! que o meu quitinete

tá mais lindo que mansão!

 

 

vem de jegue ou de charrete

de patinete ou balão

de asa delta ou mobilete

mas, vem ligeiro . . . senão

 

 

pego o que tenho, amontoo

em riba de um caminhão

e juro por deus que avoo

de volta pro meu sertão

 

 

só pra lhe rever, morena. . .

que estou só, demais, demais

e penar . . .  não vale a pena

sem seu chamego . . . aliás

 

 

sem você, meu tudo é nada!

vem pra mim . . . vem sem demora!

sem senha ou hora marcada!

por Deus e Nossa Senhora!

 

 

vem correndo! vem agora!

antes que eu perca a cabeça

jogue a esperança fora. . .

e de tristeza pereça. . .

 

 

vem num rabo de foguete

numa cauda de cometa

vem de bicicleta, Ivete

de Fusca ou de Romiseta

 

 

vem voando com pardais

pombas da paz, borboletas. . .

de ambulância, de muletas

de triciclo . . .  tanto faz!

 

 

vem como quem não quer nada. . .

como quem sabe o que quer

vem ser minha, ser amada

(e seja . . .  o que Deus quiser)!

 

 

vem . . . pra o que der e vier

namorar, morar comigo. . .

sossegar ,  correr perigo

ouvir Gil, ler Baudelaire!

 

 

se vier descabelada

esmolambada, banguela

pálida, magra e cansada

mesmo assim . . . lhe verei bela!

 

 

e se vier arrumada

bem perfumada bem linda

toda chique e maquiada

saiba que será benvinda . . . 

 

 

mas , se vier apressada. . .

cheia de saudade infinda. . .

e  . . .  de sainha rodada. . .

eu vou gostar . . .  mais ainda!

 

 

vem hoje, Ivete . . . ou vou eu

lhe buscar . . . você que sabe!

pois, sei que, se nasci . . . foi pra ser seu. . .

e que serei só seu até que o mundo acabe.

 

 

PAULO MIRANDA BARRETO

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição CompartilhaIgual 4.0 Internacional -.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s