DESENCANTADA

836DESENCANTADA

 

ela não é mais a mesma. . .

anda mesmo ensimesmada

muda e de cara amarrada

mais parece um abantesma

 

 

com suas cismas eu cismo. . .

vive agora enclausurada

pressentindo um cataclismo

na manhã ensolarada

 

 

tomada de ceticismo

não crê no bem  . . .  e em mais nada

maldiz o meu romantismo

e duvida que é amada. . .

 

 

varada de  pessimismo

vara as noites acordada

abismada . . .  em seu abismo

princesa . . .  desencantada.

 

PAULO MIRANDA BARRETO

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição CompartilhaIgual 4.0 Internacional -.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s