POEMA PRA A NOVIÇA

novica2POEMA PARA A NOVIÇA

 

Noviça . . .  porque estrangulas

tuas gulas violáceas

e gélida dissimulas

a rubra cor das acácias?

 

 

se até o verme copula

procria . . . e  dá-se ás audácias

em nome de quem te  anulas ?

 

não vês . . .  que enquanto te anulas

Deus

            ejacula

                             galáxias?

 

PAULO MIRANDA BARRETO

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição CompartilhaIgual 4.0 Internacional -.

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s