NÃO É SÓ

4

 

 NÃO É SÓ

(Para eriçar Berenice)

 

a vida é tão curta quanto a sua saia. . .

não se iluda, ela é miúda,  Berenice

 

vá pecar um pouco . . .  cair na gandaia. . .

e esqueça a sandice que a ‘santa’ lhe disse

 

 

não perca seu tempo, não se desperdice

contando seus sonhos à uma samambaia. . .

 

não deixe que o lume do seu ser se esvaia

ouse ser feliz  . . .  deixe de tolice!

 

 

saia da tocaia , vá pôr um biquíni

pegar uma praia, tomar um Martini

fazer uns amigos . . .  namorar, menina!

que a vida é mais curta do que se imagina. . .

 

 

abandone essa clausura

‘caia fora’ da rotina

desse tédio que tortura

e cheira a naftalina. . .

 

 

vá se apaixonar menina!

deixar que o Sol ilumine

sua cena, sua sina

antes que a tarde termine. . .

 

 

não há ‘hora certa’ nem ‘dia de sorte’

pra gozar a vida . . . 

pra realizar-se. . .

 

 

também acredito em vida após a morte. . .

mas, não é só pra morrer

que a gente nasce.

 

PAULO MIRANDA BARRETO

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição CompartilhaIgual 4.0 Internacional -.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s