HINO OFENSIVO

hino3

HINO OFENSIVO

 

converso com o verso

que é pra ver se fico

como versifico 

-menos controverso-

 

 

soo subversivo

vaiando o sucesso

do hino ofensivo

que ovaciona o excesso

 

 

de mediocridade

abusiva e  vasta

servida à vontade

na “festa nefasta”

 

 

ora, o que me resta?

ser ‘besta que pasta’

ou ser quem contesta

e grita que basta?

 

 

se o Pai não afasta

de mim esse cálice

berro feito entusiasta  

desfazendo o que é disfarce!

 

 

ah! me ame ou me ameace

seguirei sendo quem sou. . .

mesmo que o Cão me amordace

meu brado já ressoou!

 

 

todo dia o sol renasce

(mesmo sem nunca morrer)

ai! me apunhale ou me abrace

não tenho nada a temer!

 

quem tem pra dar deve dar-se. . .

quem não tem nada a dizer

é que devia calar-se

(ou nunca mais escrever)!

 

PAULO MIRANDA BARRETO

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição CompartilhaIgual 4.0 Internacional -.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s