SUPERLUA

super6SUPERLUA

 

ontem, fui olhar a lua. . .

deslumbrei-me quando a vi

valsei como quem flutua

uivei em fá, ré e mi

 

 

e até declamei Pessoa. . .

mas a lua nem ligou

me olhou como quem caçoa

de um tolo . . . nem suspirou

 

 

não estava nem aí

pro meu

romântico show. . .

 

 

ficou lá

cheia de si. . .

simplesmente . . . me esnobou.

 

PAULO MIRANDA BARRETO

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição CompartilhaIgual 4.0 Internacional -.

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s