CAVALO DE CARROSSEL

cavalo3

CAVALO DE CORROSSEL

 

 meu plano era voar alto

do alto do arranha-céu. . .

mas tenho medo de alturas

 

-nunca saio do papel –

 

 

prendo-me às letras , não salto

vago em círculos . . . ao léu

poetizando tonturas

 

-cavalo de carrossel-

 

zonzo, inocente ou incauto

troto e galopo pinel. . .

entre versos e loucuras

 

menino-alazão . . . corcel.

 

PAULO MIRANDA BARRETO

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição CompartilhaIgual 4.0 Internacional

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s