ARENA

ARENA4

ARENA

 

a metade de cá batendo palmas

a metade de lá batendo os pés

há quem reze pela ‘salvação das almas’

e quem torça pelo caos, pelo revés

 

 

os reis agora são réus

e os lobos são cordeiros

sobre o chão e sob os céus

todos serão ‘verdadeiros’

 

 

castigo vem a galope

no encalço dos desordeiros. . .

‘Vai ter ou não vai ter golpe’?

Deus ajude os brasileiros

 

 

que os sujos e os mal lavados

enfrentar-se-ão na ‘arena’

vaiados X ovacionados

(tomara que valha a pena)

 

 

o povo . . . pagará por seus pecados

e os ladrões seguirão . . . roubando a cena.

 

PAULO MIRANDA BARRETO

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição CompartilhaIgual 4.0 Internacional -.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios