A MUSA

hikari shimoda4

 

A MUSA

 

Quisera ser um poeta

de estrelas no céu da boca. . .

Saber palavra secreta

Deixar uma frase louca

 

 

Quisera ser um poeta

de causar espanto e sustos

entortando a linha reta

tirando o sono dos justos

 

 

Mas, ai!  A minha poesia

nasce assim tímida e crua

seja ao Sol do meio-dia

ou pela noite sem lua. . .

 

 

E aos pés da letra se prostra. . .

Sim! Pra todo mundo ver!

Qual Musa ingênua que mostra

tudo . . .  o que eu quero esconder!

 

PAULO MIRANDA BARRETO 2010

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s