VÁ PRO DIABO, CORINA!

 

CORINA16

VÁ PRO DIABO ,CORINA!

 

Você não deve, não teme

não geme sem sentir dor

não sente calor nem treme

de frio, de medo ou de amor

 

 

Não me dá razão nem beijo

não quer bombom, não quer flor

nem goiabada, nem queijo

nem festejo, nem favor

 

 

Seu coração tem arame

farpado até dizer chega

Faço o quê pra que me ame?

Diga . . . O que é que eu faço, nêga?

 

 

Fiz seresta, dei vexame

Chamei-lhe pra ver o mar

Criei má fama de infame

de tanto lhe bajular

 

 

Tive um infarto, um derrame

Quase morri de chorar

Fui morar no Suriname

Voltei, tentei me matar

 

 

“Saí na mão” com o Van Damme

tão só pra lhe impressionar

Fiz promessa, fiz o exame

do Enem. (Consegui passar)!

 

 

E você aí, parada. . .

Não quer nem saber de mim!

Não quer tudo nem quer nada!

Nem assado, nem assim!

 

Vá pra Ohio que lhe parta!

Vá pra Quixeramobim!

Vá plantar jaca em Jacarta

ou bananeira em Pequim!

 

 

Vá ser chata assim na China!

Vá tomar chuva em Dublin!

Vá torcer pela Argentina!

Vá pra bem longe de mim!

 

 

Vou casar com Maralina

Moça fina, um querubim!

Ela sim é minha sina!

Você, Corina, é ruim!

 

PAULO MIRANDA BARRETO

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s