DORAVANTE

DORAVANTE

DORAVANTE

 

agora é tarde

é tarde pra ter medo. . .

vou criar coragem

vou fingir que é cedo

 

 

vou cruzar a margem

sem cruzar os dedos

vou contar segredos

sem contar vantagem

 

 

tchau azar azedo!

vou seguir viagem

vou fingir que é cedo

vou criar coragem

 

 

vou driblar o medo

sem pedir passagem

e cruzar a margem

lindo, infindo e ledo!

 

PAULO MIRANDA BARRETO

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s