SALVO E SÃO!

SALVO

 

 

SALVO E SÃO!

 

Já que ninguém é perfeito

aperfeiçoo o defeito

e enfeito a imperfeição!

 

 

Se nos versos ‘rolo e deito’

já me dou por satisfeito

Não sinto insatisfação!

 

 

Poeta a torto e a direito

enfeitiço e faço efeito

transpirando  inspiração!

 

 

E se rimo de mau jeito

vez ou outra . . . já tá feito!

Eu peço e aceito o perdão

 

 

Liberto de preconceito

sinto muito e deixo o peito

aberto a boa emoção

 

 

‘Paz, amor, luz e respeito’!

Isso, aprovo e aproveito!

Sigo bem, a salvo e são!

 

PAULO MIRANDA BARRETO 

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s