MISE-EN-SCÉNE

MEIO AMARGO

MISE-EN-SCÉNE

 

inventei tantas verdades

nas quais nunca acreditei. . .

 

visitei tantas cidades

cujo chão nunca pisei. . .

 

e senti tantas saudades

de ser quem jamais serei

 

que hoje sou, na realidade

tudo o que sempre sonhei. . .

 

PAULO MIRANDA BARRETO

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s