DAS LUZES ALÉM

das luzes

DAS LUZES ALÉM

 

Não quero acreditar que a vida é trágica

tristonha, enigmática armadilha

Pra mim, ela é bem mais do que fantástica

orgástica . . . divina maravilha!

A vida é sorte, luz, amor e graça

De nós ela jamais se desvencilha

que após a vida . . . a vida nos abraça

(Depois que o Sol se põe, ele ainda brilha)

 

Não queira acreditar que a vida é trágica

tristonha, enigmática armadilha. . .

 

A morte não passa

de um passe

de mágica

 

a transformar

em mar

o que era ilha!

 

PAULO MIRANDA BARRETO

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s