PERDIÇÃO

perdição

PERDIÇÃO

 

Perdi o fio da meada

perdi a voz e o trem

o rebolado , a passada

e a semana que vem

 

 

Perdi a hora marcada

a da virada e a boa

Perdi a barca furada

e os paus e a canoa

 

 

Perdi a paz e a vitória

Perdi o jogo e o chão

Perdi até a memória

o apetite , a razão

 

 

Perdi o final da história

Perdi o samba e a canção

Perdi os louros da glória

Perdi a vez e a visão

 

 

Perdi a arca perdida

Perdi a fé e o perdão

Perdi-me ganhando a vida

com pressa  . . . e sem coração

 

 

Perdi tudo, perdi feio

Cheio de mim . . . e tão vão!

Perdi o embalo e o freio. . .

Desperdicei perdição!

 

PAULO MIRANDA BARRETO

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s