UNE VERSOS PARALELOS

 

 josé1

 

 

 

 UNE VERSOS PARALELOS

 

Poesia, amor . . .  não é só poesia

é alma derramada sobre letras

é calma travestida de euforia

partindo corações de borboletas. . .

 

 

Sou eu . . . tomando chuva de cometas

e andando sobre  brasas, lentamente

enquanto Deus colore  violetas

e Lúcifer encanta uma serpente. . .

 

 

Magia . . .  que une versos paralelos!

Silêncios . . .  transformados em canções

na voz de brancos, negros e amarelos

Amor . . .  falando a língua das paixões!

 

 

Poesia . . .  é muito mais que poesia

é o pão de cada dia dos poetas

é sonho  ‘feito á mão’ . . . com maestria

e é Sol . . . sobre palácios e sarjetas.

 

 

PAULO MIRANDA BARRETO

 

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s