DESMANCHANDO A GÊNESE

554

DESMANCHANDO A GÊNESE

 

Antes disso tudo

não havia nada?

Pelo amor de Deus!

Pela madrugada!

 

 

É mais que absurdo!

Teoria embotada!

Música pra surdo

Luz cega, entrevada

 

 

Veio o mundo todo

do meio do nada?

Pelo amor de Deus!

Pela madrugada!

 

 

 

Big Bang agudo

Gênese inventada

O Adão desnudo

A Eva desnudada

 

 

Nisso não me iludo

Conversa fiada!

Pelo amor de Deus!

Pela madrugada!

 

 

Carece de estudo

a história mal contada. . .

Quem sabe de tudo

não sabe de nada!

 

 

Perdido, contudo

o fio da meada

algum linguarudo

de língua afiada

 

 

com ar de sisudo

‘decifra’ a charada

E pronto papudo!

Armou-se a cilada!

 

 

Palavra de mudo

que não muda nada!

Pelo amor de Deus!

Pela madrugada!

 

 

Deus criou o mundo

de porta fechada

Nenhum abelhudo

deu uma espiada.. . .

 

 

Quem sabe de tudo

é só Deus, de lavada!

Cerre os lábios seus!

Pela madrugada!

 

PAULO MIRANDA BARRETO 14/04/2015

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s