1 BR

NÃO EXISTE COMPAIXÃO NO CORAÇÃO DE BRASÍLIA
(Basta de corrupção!)

Geralmente, os arrogantes
é que sentem-se humilhados.
Os humildes
seguem marginalizados.

As elites têm rompantes
de orgulhos dilacerados.
Só as minorias pagam
pelos alheios pecados.

Eleitos “excelentíssimos”
envergonham a nação.
Servidores humilíssimos
penam sob a Lei do Cão.

Pobres são os que governam
em prol da própria ambição. . .
O povo, ao menos, tem honra,
coragem, força e razão.

Não existe compaixão
no coração de Brasília.
Nos nossos, a indignação
pulsa em repulsa e fervilha!

“Nós somos um povo honrado
governado por ladrões.”
disse Lacerda, e esse dito
hoje é voz das multidões.

Não nos importa o partido
que as Partes do Todo são
causas do caos produzido
na atual situação.

“Ladrão bom é ladrão morto”
mas, político ladrão
só nasce e não segue torto
se não vencer eleição.

E os que lá estão eleitos,
por nosso voto e ação,
se ferem nossos direitos,
merecem a execração.

O povo, quando se une,
ciente do seu poder,
faz a Justiça que pune
quem não cumpre seu dever.

Devemos pois, ir á luta
contra os” Dragões do Planalto”!
Quem só fala e nunca escuta
não merece estar no alto.

Nosso país é Potência
gigantesca, absoluta.
Falta-lhe justa gerência
com ilibada conduta.

Usemos a inteligência
bem mais do que a força bruta
para clamar pela urgência
de mais digna conduta.

Políticos DEVEM ser
os servos fiéis do povo.
Vamos viver para ver
o Brasil nascer de novo.

Essa política gasta
não faz jus ao nosso chão. . .
Já chega disso, já basta.
Basta de corrupção!

PAULO MIRANDA BARRETO 04 FEVEREIRO/2015

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s