PRA FERIDA PREFERIDA

281

PRA FERIDA PREFERIDA

 

Faço palavras cruzadas

 na encruzilhada da vida. . .

Eu bato em portas fechadas

Saio em ruas sem saída

 

 

E a esperança assassinada

por um santo suicida

deixou minh’alma penada

e depenada e iludida

 

 

Como não me resta nada

nem há cura conhecida

pra essa doença inventada

pra minha dor, tão fingida. . .

 

 

Apenas a poesia acumulada

empresta uma verdade pra ferida. . .

Mentira: é minha eterna namorada

Poesia; é minha droga preferida.

PAULO MIRANDA BARRETO-JANEIRO/2015

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição CompartilhaIgual 4.0 Internacional -.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Um pensamento sobre “PRA FERIDA PREFERIDA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s